A linguagem coloquial é também conhecida como norma coloquial ou falada. São construções textuais ou até nossa fala, usando de termos não tão cultos e diversos recursos linguísticos que podem até ser considerados errados, gramaticalmente. A linguagem coloquial é geralmente usada em todos os contextos do dia a dia.

O que é a linguagem coloquial?

A palavra “coloquialismo” vem do colóquio latino, que significa “conferência” ou “conversa”. Como um artifício literário, o coloquialismo se refere ao uso da linguagem informal ou cotidiana na literatura. Os coloquialismos são geralmente de natureza geográfica, na medida em que uma expressão coloquial geralmente pertence a um dialeto regional ou local. Podem ser palavras, frases ou aforismos. Os falantes nativos de uma língua entendem e usam coloquialismos sem perceber, enquanto que falantes não nativos podem achar difícil traduzir expressões coloquiais. Isso ocorre porque muitos coloquialismos não são usos literais de palavras, mas sim ditos idiomáticos ou metafóricos. O coloquialismo é semelhante à gíria, mas a definição de coloquialismo tem algumas diferenças fundamentais, conforme descrito abaixo.

Diferenças entre o coloquialismo, a gíria e o jargão

O coloquialismo pode ser confundido com gírias e jargões, já que essas são outras duas maneiras de conversar de maneira informal. A diferença é que as gírias são usadas em grupos sociais específicos, como adolescentes, enquanto coloquialismos geralmente podem ser compreendidos através da idade e barreiras socioeconômicas desde que os falantes sejam todos da mesma região geográfica. Os coloquialismos podem usar a gíria dentro deles, mas nem sempre é esse o caso.

Semelhante à gíria, o jargão é usado apenas por determinados grupos, mas geralmente se refere a palavras usadas em uma determinada profissão. Por exemplo, o modo como os advogados falam é tão específico para sua profissão que é frequentemente conhecido como “legalês”. Outras profissões que dependem da troca de informações complexas também usam jargão, como cientistas, médicos e empresários.

Exemplos de coloquialismo da fala comum

Como dito acima, existem três tipos diferentes de coloquialismos que podemos distinguir: palavras, frases e aforismos. Palavras podem ser exemplos de coloquialismo se demonstrarem o dialeto regional do falante, ou se forem contrações ou exemplos de palavrões. Frases e aforismos são coloquialismos se não forem usos literais, mas são amplamente compreendidos dentro de um limite geográfico.

Definição do coloquialismo

O coloquialismo é uma forma e linguagem mais popular e mais simples, geralmente, sem seguir às regras estritas da língua culta. (Foto: Everypixel)

Palavras

Diferenças regionais: Uma famosa diferença coloquial no Brasil é a maneira como uma pessoa se refere a uma bebida carbonatada. Existem fronteiras regionais que separam o uso das palavras “refrigerante”, “soda”, “refresco” e “Coca” (usado como um termo genérico e não apenas para se referir à marca). Existem inúmeras diferenças entre o português brasileiro e o de Portugal, inclusive.

Contrações: palavras são contraídas para formas que não estão no dicionário.

Profanidade: algumas palavras são consideradas profanas em alguns dialetos do inglês, onde não são de todo ruins em outros dialetos.

Frases

  • Velho como as colinas
  • Mão de vaca
  • Passar a bola
  • Coma minha poeira

Aforismos

  • Eu não nasci ontem.
  • Há mais de uma maneira de esfolar um gato.
  • Coloque seu dinheiro onde está sua boca.
  • Você está me fazendo subir as paredes.

Significado do Coloquialismo na Literatura

Os autores costumam usar coloquialismos para tornar o diálogo mais autêntico. Por exemplo, um escritor de um romance contemporâneo provavelmente escolheria a saudação “Ei, como você tá?” Em vez de “Como você está?”. Eles também podem empregar esse dispositivo para situar a escrita mais decisivamente em um período de tempo e / ou lugar específicos. Quando usados ​​de forma inadequada, os coloquialismos frequentemente se destacam como chocantes para o leitor.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)