O que é um verbo? Canções, poemas e professores de idiomas ao longo da história tentaram explicar verbos para nós. Um verbo é uma palavra de ação, um estado, uma transição? O que são os verbos? O conceito de verbos é meio difícil de entender e, quando você o faz, os verbos só ficam mais confusos. Mas vamos começar com o básico e partir daí, você poderá expandir seu conhecimento com uma melhor estrutura.

Definição de verbo

Um professor brilhante disse uma vez que “um verbo é uma palavra que faz coisas verbais”. Ele disse a mesma coisa sobre substantivos (eles fazem coisas nominais) e outras partes do discurso também, e embora não seja uma definição muito concreta ou satisfatória, é provavelmente a melhor que existe.

Você vê, a forma como o português funciona é que cada palavra fica em um lugar específico e desempenha um papel específico em uma sentença. E mesmo que uma palavra não seja realmente uma palavra real, se estiver desempenhando o papel do verbo, então é um verbo. Veja estes exemplos:

  • Enquanto arrumava meu quintal, acidentalmente piruletei dois pássaros.
  • As flores emprastinavam na primavera.
  • Eles não podiam acreditar que ela nunca havia benticulado antes.
  • Na semana que vem, estaremos cotromano a selva!

Se você fala português razoavelmente bem, você pode identificar os verbos nessas frases mesmo que não sejam palavras reais. Você não leu errado, as palavras estão erradas de propósito. Mas você pode entender que são verbos porque elas estão fazendo coisas verbais. Elas tem uma conjugação verbal, dependendo de quando eles acontecem e quem as está fazendo. Elas também seguem os sujeitos das sentenças e aparecem ao lado dos advérbios. E mesmo que não saibamos o que eles significam, eles de alguma forma transmitem ação. Eles se comportam como verbos.

Definição de verbos

Os verbos são uma parte essencial de qualquer língua, indicando sempre uma ação ou estado. (Foto: Descomplica)

O que é um verbo de ação?

A maioria dos verbos são verbos de ação (também chamados de verbos dinâmicos). São coisas que você pode fazer, coisas que você pode pedir a alguém para demonstrar, coisas que o “Mestre” diz quando você brinca de “O mestre mandou”. Pule, pule, dê palmadinhas na sua cabeça, faça um 4 com as pernas. Todos são verbos de ação.

O que é um verbo de estado?

Os verbos estativos ou de estado são muito mais sutis e mais difíceis de identificar como verbos. Eles descrevem uma posição ou propriedade, não tem duração, não tem começo nem fim. Eles não mostram nenhuma ação, então se o “Mestre” disser para você fazer um desses verbos, é impossível para ele saber se você está ou não fazendo isso. Amar, por exemplo, é um verbo de estado.

O que é um verbo auxiliar?

Um verbo auxiliar é um verbo que acrescenta significado funcional ou gramatical à cláusula em que aparece, tal como expressar tempo, aspecto, modalidade, voz, ênfase, etc. Os verbos auxiliares geralmente acompanham um verbo principal. O verbo principal fornece o conteúdo semântico principal da cláusula.

Um exemplo é o verbo vou na frase:

Vou preparar meu almoço

Aqui, o verbo principal é preparar e o auxiliar vou a expressar o aspecto do futuro. Algumas frases contêm uma cadeia de dois ou mais verbos auxiliares..

Verbos são palavras que mostram ação ou um estado de ser, mas mais importante, são palavras que agem como um verbo.

Ficou alguma dúvida? Quer aprender mais sobre gramática? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)