O que é objeto em uma frase? Exemplos!

Objetos em frases não são, necessariamente, objetos físicos. Eles são uma parte integral da compreensão da construção de sentenças usando a correta gramática portuguesa. O bom de entender a função de objetos é que você poderá usar esse conhecimento para qualquer língua, pois objetos são parte da estrutura básica das línguas no mundo.

O que é objeto?

Na gramática, um objeto é um substantivo, uma frase nominal ou um pronome que é afetado pela ação de um verbo. Os objetos fornecem detalhes e textura da linguagem, permitindo a criação de frases complexas.

O objeto em uma frase é, geralmente, o destino de uma ação ou o destino do verbo usado na frase. Se o sujeito é o executor, aquele que executa a ação, o objeto, em si, é aquele que recebe a ação.

Tipos de objetos

Objetos podem funcionar de duas maneiras diferentes dentro de uma frase.

Objetos diretos

Objetos diretos são o resultado de uma ação. Um sujeito faz alguma coisa e o produto é o objeto em si. Por exemplo, considere esta frase:

Maria escreveu um poema

Neste caso, o substantivo “poema” segue o verbo transitivo “escreveu” e completa o significado da sentença.

Objetos indiretos

Objetos indiretos recebem ou respondem ao resultado de uma ação. Considere este exemplo:

Maria enviou-me um email

O pronome “me” vem depois do verbo “enviou” e antes do substantivo “email”, que é o objeto direto desta sentença. O objeto indireto sempre vai antes do objeto direto.

Definição de objeto na voz passiva e na voz ativa

Objetos podem funcionar tanto na voz ativa quanto na voz passiva. Um substantivo ou preposição que serve como um objeto direto na voz ativa torna-se o sujeito quando a sentença é reescrita na voz passiva. Por exemplo:

Ativo: José comprou uma nova churrasqueira.

Passivo: Uma nova churrasqueira foi comprada por José.

Essa característica, chamada passivização, é o que torna os objetos únicos. Não tem certeza se uma palavra é um objeto? Tente convertê-lo da voz ativa para voz passiva; se você puder, para descobrir qual palavra é o objeto.

Objeto em sentenças

O objeto em uma sentença é um elemento gramatical essencial para a compreensão da língua portuguesa. (Foto: Learn languages online for free with Mondly)

Exemplo de objeto direto

Objetos diretos identificam o que ou quem recebe a ação de um verbo transitivo em uma cláusula ou sentença. Quando os pronomes funcionam como objetos diretos, eles costumam tomar a forma do caso objetivo (eu, nós, você, ele, ela, eles, e quem quer que seja). Considere as seguintes frases:

“Ela fechou a caixa com cuidado. Primeiro ela beijou o pai, depois beijou a mãe. Depois abriu novamente a tampa, tirou o porco e segurou-o no rosto.”

Há apenas um sujeito nesta passagem, ainda há seis objetos diretos (caixa, pai, mãe, tampa, porco, isso), uma mistura de substantivos e pronomes.

Como os objetos diretos, os objetos proposicionais recebem a ação do sujeito nas sentenças, mas precisam de uma preposição para que a sentença faça sentido. Encontrar preposições é importante porque se você usar o errado, pode confundir os leitores.

Exemplo de objeto indireto

Substantivos e pronomes também funcionam como objetos indiretos. Esses objetos são os beneficiários ou destinatários da ação em uma sentença. Objetos indiretos respondem às perguntas “para quem” e “para quê”. Por exemplo:

Minha tia abriu sua bolsa e deu ao homem uma moeda.

Era seu aniversário, então mamãe havia feito um bolo de chocolate para João.

No primeiro exemplo, o homem recebe uma moeda. A moeda é um objeto direto e beneficia o homem, um objeto indireto. No segundo exemplo, o bolo é o objeto direto e beneficia João, o objeto indireto.

Ficou alguma dúvida sobre essa parte da gramática? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos ajudar!

Deixe um comentário