A crase é uma pontuação na gramática brasileira que é usada apenas em situações específicas. A compreensão do uso correto da crase é um grande diferencial na escrita de textos, já que além de ser usada em redações, a crase é muito exigida também em questões de provas e concursos. Vamos entender as regras e uso da crase.

Vale lembrar que apesar de explicarmos a teoria em detalhes abaixo, é importante que você prepare uma série de exercícios para a prática do uso da crase. Dessa maneira, o conteúdo que estamos ensinando será muito melhor absorvido e memorizado, além de contextualizado corretamente.

O uso da crase

Crase (do grego krâsis, “mistura”, “mistura”) refere-se à contração de duas vogais. Em português, apenas duas vogais “a” podem compor uma crase, sendo o primeiro “a” a preposição a e o segundo “a” deve ser o primeiro caractere da próxima palavra. Esse fenômeno ocorre nas seguintes situações:

A preposição a antes do artigo definido a (feminino, independentemente do número)

A preposição a antes dos determinantes daquele, aquela ou aquilo, independentemente de gênero e número

Aquele é usado para se referir a palavras masculinas.

Aquela é usado para se referir a palavras femininas.

Aquilo é usado para se referir a coisas.

Como usar crase em casos específicos?

Às vezes, a contração com o artigo a ocorre mesmo quando a próxima palavra é implícita/oculta. Essa situação acontece quando a palavra oculta é moda, maneira, entre outras.

Exemplos

1. Vou à festa de formatura do João.

Eu estou indo para a festa de formatura do João.

2. Diga àquele rapaz para não correr no shopping.

Diga para o rapaz parar de correr no shopping.

3. Saída à francesa.

Sair de um lugar sem dizer adeus, que é uma expressão idiomática.

Uso da crase

Entenda o uso da crase para melhorar sua habilidade com a língua portuguesa. (Foto: estudopratico.com.br)

Explicação de exemplos do uso da crase

O verbo ir (ir, irregular) é construído com a preposição a. Como a formatura mencionada é uma formatura específica do João, usa-se o artigo definido. Fomatura é uma palavra feminina, por isso recebe o artigo a. Deste jeito:

Vou a a formatura -> Vou à formatura (a + a = à)

Erros no uso da crase

Algumas pessoas escrevem à caminho, à não ser. Mas isso não está correto porque o caminho (“way”) é uma palavra masculina e não (“não”, “não”) e ser (“ser”) não são substantivos.

Resumo sobre o uso da crase

Quando você usa o artigo feminino “a” ou o pronome “a” com a preposição “a”, você precisa usar uma crase. Por exemplo:

Eu vou caminhar hoje à noite.

Sem a crase, você diria hoje a a noite, o que não faz sentido em português. Então, usamos a crase (à) para retificá-lo. O crase corrige pontos desajeitados na gramática quando há duas vogais idênticas. A regra básica é que sempre que isso acontecer, você usa uma crase. Com o tempo, usar a crase virá naturalmente e é importante estudar seu uso no português.

Para mais informações, deixem suas perguntas, dúvidas, e qualquer participação que desejarem nos comentários abaixo. Sua participação e contribuição é essencial para que saibamos como estamos ajudando vocês e o que ainda precisamos melhorar, além de receber diversas sugestões de assuntos que podemos escrever e que vão ajudar nos seus estudos.

Aguardamos os comentários de vocês!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)