O que é uma prova discursiva?

Existem diversos tipos de provas que você pode fazer, e um desses tipos é a prova discursiva. Esse tipo de exame tem se tornado cada vez mais comum em concursos, e é um tipo de prova direcionada para avaliar as habilidades discursivas de um indivíduo. Mas o que é a prova discursiva?

O que é prova discursiva?

Uma prova discursiva é um tipo de avaliação em que você tem de responder a questões usando suas próprias palavras, por extenso, em oposto a questões que você tenha opções de resposta, como no caso das provas de múltipla escolha.

Uma prova discursiva pode ter uma ou mais questões, dependendo do tipo de avaliação. Uma prova discursiva pode ser substituída por uma prova de redação, em muitos casos, como acontece no ENEM.

Provas discursivas geralmente são usadas a partir da segunda fase de muitos concursos, sendo a primeira fase apenas para as provas de múltipla escolha.

Como é feita uma prova discursiva?

Um bom teste nos dará uma indicação mais confiável das habilidades dos que a fazem e garante que eles não sofram injustamente por causa de uma pergunta mal feita. Como pode se ter certeza de que um bom teste foi feito?

As instituições ou professores que fizeram a avaliação devem pensar em alguns fatores. Os resultados refletem o que havíamos pensado anteriormente sobre as habilidades dos alunos? Outra maneira simples é pedir aos alunos algum feedback. Eles logo lhe dirão se sentiram que uma pergunta era injusta ou se um tipo de tarefa não era familiar.

Validade de uma avaliação discursiva

Um bom teste também precisa ser válido. Deve testar o que se pretende testar. Por exemplo, uma avaliação que envolva um teste de escuta, como ocorre em provas discursivas para proficiência em línguas, que tem perguntas muito complicadas depois pode ser tanto um teste de leitura quanto de escuta. Além disso, um teste que se baseia em conhecimento cultural não pode medir a capacidade de um aluno ler e compreender uma passagem.

Confiabilidade de uma prova discursiva

Um teste também deve ser confiável. Isso significa que deve produzir resultados consistentes em momentos diferentes. Se as condições do teste permanecerem as mesmas, grupos diferentes de alunos ou concorrentes em um determinado nível de habilidade devem obter resultados compatíveis com seus conhecimentos.

Um teste de escrita pode não ser confiável, pois a marcação pode ser inconsistente e extremamente subjetiva, especialmente se houver vários marcadores diferentes. Assim, para tentar garantir que o teste seja mais confiável, é essencial ter descritores claros do que constitui cada série.

Em provas discursivas, avaliadores recebem modelos de respostas esperadas de uma avaliação. Essas respostas são usadas como guia para a correção dos exames dos alunos mas, mesmo assim, há ainda espaço para subjetividade. É importante que o aluno ou concorrente de concurso conheça os critérios de correção para dar o mínimo de margem possível para essa subjetividade.

Prova discursiva

Uma prova discursiva é uma prova escrita que avalia suas habilidades de discorrer sobre um certo assunto com a gramática correta. (Foto: obiectivbr.ro)

Outras características de uma prova discursiva

Outras características de uma prova discursiva são que há uma variedade de tipos de teste e que é o mais interessante possível. Uma variedade de tipos de testes garantirá que os alunos permaneçam focados e minimizem o cansaço e o tédio que você pode sentir durante um teste repetitivo.

Encontrar passagens de leitura que sejam realmente interessantes de ler também pode ajudar a manter a motivação durante um teste. Um teste também deve ser o mais objetivo possível, fornecendo uma chave de marcação e os descritores podem ajudar nisso.

No caso de provas de concurso, o objetivo é avaliar as capacidades para exercer certos cargos. Essas capacidades podem alterar também os tipos de questões das avaliações discursivas, ou estabelecer que uma prova de redação já seria o suficiente para avaliar os alunos.

A dificuldade de uma prova discursiva

Outra característica importante de um bom teste é que ele é definido em um nível apropriado. Você só pode descobrir isso fazendo o teste e estudando os resultados. Basicamente, se todos ficarem acima de 90%, você sabe que é muito fácil ou se todos recebem menos de 10%, é obviamente muito difícil. Para testes que não são tão extremos, você precisará fazer algumas análises do seu teste. Você pode fazer isso analisando os itens individuais para dificuldade.

O nível de dificuldade está relacionado a diversos fatores. Por exemplo, uma prova discursiva de faculdade deve não ser fácil demais nem difícil demais, e deve avaliar as capacidades esperadas dos alunos para aquele momento do aprendizado. Já uma prova discursiva de concurso, o nível de dificuldade dependerá do cargo ao qual se concorre, sendo os cargos mais concorridos os responsáveis por provas discursivas mais difíceis.

Tenha sempre em mente que a dificuldade de uma prova discursiva pode estar relacionada aos tópicos abordados ou pode indicar o quão bem eles foram entendidos. Pesquisar modelos de provas discursivas e praticar bastante é uma ótima maneira de melhorar seu desempenho nesse tipo de exame.

O que você entende por prova discursiva? Quais Provas discursivas já fez? Como praticou para esses exames?

Deixe um comentário